Quanto tempo dura um colchão? Qual tempo ideal para utilizar um colchão?

Quando compramos qualquer produto, logo pensamos se a durabilidade será compatível com o preço que pagamos e com aquilo que esperamos. E com os colchões não seria diferente. A durabilidade do colchão é algo que chama muito a atenção de quem está interessado em adquirir um, por isso, muitas empresas utilizam o fator “durabilidade” como um argumento para se vender um colchão. Devemos tomar cuidado com isso, pois nem sempre aquilo que nos é prometido, será cumprido pelo produto. E, principalmente com colchões, devemos tomar um cuidado especial, pois estamos lidando com a nossa saúde.

Quando falamos do tempo que dura um colchão, temos que levar alguns fatores em consideração. Veja quais são esses fatores:

Durabilidade de um colchão

A durabilidade de um colchão está ligada, principalmente, ao modo como usamos o colchão. Como todo o produto com uma durabilidade de médio prazo, os cuidados apropriados com o colchão devem ser levados à risca. Entre os principais fatores que conservam o colchão ao máximo são: higiene, densidade correta com relação ao peso dos usuários do colchão, manuseio com o colchão e sua validade.

Validade e Garantia de um colchão

 Como qual outro produto, os colchões possuem uma validade que deve ser respeitada pelo consumidor (deve-se utilizar o produto até a sua validade recomendada) e pelo fabricante (pois o produto não deve apresentar problemas se motivo aparente antes de expirar a data de vencimento). Fique atento à validade do colchão, pois é muito importante respeitá-la. Ficamos em cima do colchão grande parte de nossa vida, por isso, um colchão em perfeitas condições, e dentro de sua validade, são fundamentais para noites bem dormidas e a manutenção de nossa saúde.

Além da validade, que é quando utilizamos o produto até o prazo estipulado pelo fabricante, devemos ficar atentos à garantia, pois ela é outro fator importante com relação ao tempo que dura um colchão. Ao passar um prazo de garantia, o fabricante está se responsabilizando quanto ao tempo de durabilidade de um colchão. Caso você note qualquer problema com seu colchão, contate a loja que você adquiriu o produto ou entre e contato com o fabricante. Eles têm a obrigação de lhe atender e solucionar o problema do colchão caso ele esteja na garantia. Dependendo do problema, você poderá exigir um colchão novo junto ao fabricante.

5 Dicas para cuidar do seu colchão

Como já foi dito, é de nossa responsabilidade manter o colchão em condições de uso. De nada adianta as garantias e validades do colchão se não cuidamos da maneira correta. Por isso, fique atento a 5 dicas para cuidar do colchão e prolongar o tempo de uso do colchão.

1 – Jamais deixe seu colchão com a embalagem plástica, pois ele precisa ter contato com o ar, precisa “respirar”. Além disso, o calor provocado pelo plástico pode ser prejudicial à sua saúde;

2 – Não pule no colchão. É muito comum assistirmos na TV crianças, e até adultos, se divertindo e pulando no colchão. Quem nunca ficou com vontade? Porém, ele não foi feito para isso, e pular no colchão, pode diminuir muito o tempo de vida útil do produto, além de provocar algum acidente indesejado;

3 – Vire o colchão pelo menos uma vez por mês e evite que um lado só seja exposto a um esforço maior;

4 – Nunca lave seu colchão, pois sua espessura impede uma secagem completa, mofando seu colchão. Limpe-o com aspirador de pó apenas.

5 – Não utilize seu colchão como base para passar roupas. Isso é muito comum, mas altamente prejudicial ao colchão. O alto calor do ferro pode danificar a espuma do seu colchão.